Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Oração à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Senhora do Perpétuo Socorro,

Que dirigis o olhar e a atenção a todos quantos vos buscam, estendei vossa mão para que possa encontrar apoio e segurança como o vosso Divino Filho, o menino Jesus.

Mãe querida carregai-me no colo quando me assustar diante das cruzes da vida.

Quando meus pés tropeçarem e minhas sandálias escorregarem, sede o fio de esperança a quem possa recorrer.

Que o meu olhar repouse em vosso olhar e meu coração no vosso coração.

Sois a estrela a me guiar e que em vosso silêncio eu aprenda a aquietar meu coração.

Vós indicais Jesus Cristo como Redentor, o nosso Perpétuo Socorro, de quem sois eterna Mãe.

Amém

Subsídios

Pressupostos e horizontes para as atividades pastorais da Paróquia à luz das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2019-2023)

 

Subsídios - Os Mandamentos

Subsídios - Dia Mundial dos Pobres

Subsidios - Obras de Misericórdia - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios - A Igreja: Deus forma um povo - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios - Bem Aventuranças: carta magna dos cristãos - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios - Bem Aventuranças: carteira de identidade dos cristãos - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios - Os dons do Espírito Santo - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios: JUBILEUS - Obras de Misericórdia - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios: JUBILEUS - Ano da Graça do Senhor - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios: JUBILEUS - Indulgências - Compilação Pe. Simão Valenga

Subsídios: A Caridade - Características do amor verdadeiro - Amoris Laetitia

Subsídios: A vocação universal à Santidade - Reavivamento em direção à santidade

SUBSÍDIOS PARA A SANTA MISSA DO PAPA FRANCISCO - Compilação Pe. Simão Valenga

Artigo - A Santa Missa

Apresentação - O rito da Missa

SUBSÍDIOS PARA O BATISMO DO PAPA FRANCISCO - Compilação Pe. Simão Valenga

Artigo - Batismo

Apresentação - Batismo

SUBSÍDIOS PARA A CONFIRMAÇÃO DO PAPA FRANCISCO - Compilação Pe. Simão Valenga

Artigo - Confirmação

Apresentação - Confirmação

Subsídio - Pai Nosso

 

Partituras e áudios da CNBB

  

Programação de Missas

Informativo Mensal

 

Cifras do 29º Domingo do Tempo Comum 20/10/2019

Entrada 1 – Hino oficial do Mês Missionário Extraordinário 2019 - Batizados e enviados

Entrada 2 – Quando chamaste

Entrada 3 – Venham trabalhar na minha vinha

Entrada 4 – Eis-me aqui, para evangelizar

Salmo 120 – 1 Do Senhor é que vem o meu socorro

Ofertório 1 – Muitos grãos de trigo

Ofertório 2 – A Ti meu Deus

Ofertório 3 – Os grãos que formam a espiga

Ofertório 4 – A fé é compromisso

Comunhão 1 – Vinde também vós a minha vinha

Comunhão 2 – Feliz o homem que ama o Senhor

Comunhão 3 – Vem eu mostrarei

Comunhão 4 – Comungar para viver

Final 1 – Hino oficial do Mês Missionário Extraordinário 2019 - Batizados e enviados

Final 2 – A Barca

Final 3 – Mestre onde moras

Final 4 – Ensina-nos a orar...a amar

Final 5 – Vinde vede e anunciai

Final 6 – Alma missionária

Download das Cifras e Partituras em PDF

 

Programação de Outubro

20/Out - Dom - 8 às 17h Escola Diocesana da Pastoral do Batismo na Paróquia São Pedro (SJP)

20/Out - Dom - 10h - Festa Padroeiro Comunidade São Lucas

20/Out - Dom - 10h - Festa e Festival de Prêmios Capela Imaculado Coração de Maria

20/Out - Dom - 8 às 12h - Encontro Paroquial para MAC’S na Capela N. S. da Assunção

21/Out - Seg - 19h - Reunião GRAEP

24/Out - Qui - 19:30 às 21:30h - Formação Permanente – Eixo Bíblico

25 a 27/Out - Escola Bíblico Catequética Diocesana no Seminário Dom Orione

25/Out - Sáb - 20h - Reunião MCC

26/Out - Sáb - 19h - Noite do Pastel Capela N. S. de Lourdes

26/Out - Sáb - 18h - Acantonamento Vocacional

27/Out - Dom - 10h - Festa das Capelinhas e Festival de Prêmios na Capela São João Batista

28/Out - Seg - 19h - Reunião CMPP

30/Out - Qua - Dia de N. S. dos Remédios – Feriado Municipal (sem expediente paroquial)

31/Out - Qui - 19:30 às 21:30h - Formação Permanente – Eixo Bíblico

 Diocese de São José dos Pinhais

  

  

  

CONFERÊNCIA SSVP

 

A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP)

A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) é uma organização civil de leigos, homens e mulheres, dedicada ao trabalho cristão de Caridade. Foi criada em 24 de abril de 1833, em Paris, na França, por um grupo de 6 jovens universitários católicos e um senhor mais velho, com o objetivo de aliviar o sofrimento das pessoas vulneráveis e fortalecer a fé de seus membros. Rapidamente a Sociedade espalhou-se pelo mundo e já está presente em 150 países.

Em seu trabalho caritativo auxilia diariamente cerca de 30 milhões de pessoas, por meio da dedicação dos cerca de 800 mil voluntários que formam a SSVP.

Internacionalmente, a Sociedade de São Vicente de Paulo é membro da Organização das Nações Unidas, participando do Conselho Econômico e Social (Ecosoc).

No Brasil, a instituição foi fundada em 1872. No nosso país são aproximadamente 153 mil membros, também conhecidos como confrades (homens) e consócias (mulheres). Aqui a instituição mantém creches, escolas, projetos sociais, lares de idosos, e contato semanal com cerca de 74 mil famílias em necessidade.

Essa atuação foi reconhecida com o prêmio “Direitos Humanos – categoria idosos”, oferecido pelo governo federal e também com o recebimento, em 2013, da Medalha do Mérito Legislativo, oferecida pela Câmara dos Deputados.

Uma rede de caridade

O trabalho de Caridade desenvolvido pela Sociedade de São Vicente de Paulo ao longo de mais de um século no Brasil teve como consequências uma expansão de atividades e a obtenção de uma grande credibilidade por parte da população.

Assim, pouco a pouco, foi sendo formada uma grande rede de Caridade, formada pelos voluntários, que se reúnem em Conferências. Elas são grupos que se reúnem em paróquias, escolas, residências e têm como objetivo organizar o serviço prestado por seus membros às famílias favorecidas.

Existem cerca de 20 mil Conferências no Brasil, que reúnem aproximadamente 153 mil voluntários.

Além de atuar em situações emergenciais provendo alimentos, roupas e remédios para pessoas em apuros, a Sociedade de São Vicente de Paulo procura encontrar formas de promoção das pessoas que ajuda.

Isso significa que a obra dos vicentinos visa tornar as pessoas independentes e produtivas. Com o contato semanal, é possível atingir esse resultado.

Como posso ajudar?

Existem diversas formas de você fazer parte desta rede de Caridade. Você pode se tornar um voluntário ou ser um benfeitor da SSVP.

Para ser um voluntário vicentino é preciso frequentar as reuniões das Conferências. Para isso, basta procurar uma  Paróquia onde haja o grupo e comparecer. Aos poucos, você irá conhecer a dinâmica da atuação social e a organização que garante um bom atendimento às pessoas beneficiadas. Nesse momento você será considerado um aspirante e à medida que for caminhando no trabalho da Caridade poderá ser considerado um vicentino. E será muito bem-vindo.

Outra forma de ajudar a SSVP é sendo um colaborador afetivo e efetivo da instituição. Se você quer fazer o bem às pessoas atendidas pelas Conferências pode realizar doações diretamente para qualquer grupo vicentino, que você localiza nas paróquias ou nas sedes locais da Sociedade de São Vicente de Paulo.

As doações podem ser: roupas, calçados, alimentos, móveis, cadeiras de rodas, muletas, brinquedos, itens de higiene pessoal ou contribuições financeiras.

Na SSVP temos um lema: “aqui nada se perde, tudo se destina”.

Fundadores

A Sociedade de São Vicente de Paulo foi fundada em um contexto muito importante na França (1833). A primeira reunião ocorreu em 24 de abril de 1833, na sede do Jornal A Tribuna Católica, de propriedade de Emanuel Bailly. Junto com ele, estavam os jovens Antônio Frederico Ozanam, Auguste Le Taillandier, Jules Delvaux, Paul Lamache, François Lallier e Félix Clavé.

Os jovens estudantes procuravam, com a criação da Conferência de Caridade, criar um espaço onde pudessem fortalecer sua fé contra as ideologias materialistas na época nascentes, por meio do serviço aos necessitados.

No Brasil, a SSVP chegou em 1872. A primeira Conferência brasileira foi batizada de São José.

O principal fundador da SSVP é Antonio Frederico Ozanam. Foi estudante, professor de Direito, formado também em Letras, na Universidade de Sorbonne. A grande influência de suas ideias converteu diversas pessoas ao catolicismo e seu entusiasmo ajudou a expandir a presença da SSVP no mundo. Foi beatificado pelo Papa João Paulo II, em agosto de 1997. Atualmente, existe uma causa de canonização de Frederico Ozanam em análise pelo Vaticano.

 

São Vicente, o patrono

Vicente de Paulo nasceu na cidade de Pouy, na França, aos 24 de abril de 1581. Filho de pobres camponeses, manifestou o desejo e gosto para o estudo. Entrou para o seminário e foi ordenado padre ainda bem novo, com apenas 19 anos de idade.

O início de sua vida sacerdotal foi marcado por muitas dificuldades e desacertos. Inicialmente, estava muito preocupado em ajudar sua família e em conseguir certa estabilidade financeira. Diante de uma série de fracassos, foi amadurecendo e, sobretudo a partir de 1612, se lançou inteiramente no serviço aos pobres.

Em contato com os camponeses, conheceu o estado de abandono religioso e miséria em que viviam as populações do campo. Percebeu que os pobres tinham necessidades urgentes e que, para ser fiel a Cristo, era preciso servi-los. Começou, então, a pregar missões entre os pobres e a organizar diversas organizações de caridade.

Passando a residir em Paris e enfrentando uma época de guerra, confusão política, de grandes problemas sociais e de desorganização da Igreja, Pe. Vicente de Paulo passou a se dedicar inteiramente à evangelização e serviço dos pobres. Para este fim, fundou a Congregação da Missão e a Companhia das Filhas da Caridade. De muitas maneiras e com criatividade, desenvolveu uma intensa ação caritativa e missionária, sempre contando com os padres e irmãos de sua Congregação, com as irmãs de Caridade e com muitos leigos e leigas generosos.

Entendia que o pobre é a imagem de Cristo desfigurado a quem devemos servir. E a Igreja deve estar a seu serviço. Por isso, atuou na reforma da Igreja, sobretudo muito colaborando na reforma do clero.

“Voltemos nossa mente e nosso coração para São Vicente de Paulo, homem de ação e oração, de organização e de imaginação, de comando e de humildade, homem de ontem e de hoje. Que aquele camponês das Landes, convertido pela graça de Deus em gênio da caridade, nos ajude a todos a pôr mais uma vez as mãos no arado – sem olhar para trás – para o único trabalho que importa, o anúncio da Boa Nova aos pobres…

(João Paulo II)

Por todo seu legado, em 1834, a Conferência de Caridade, resolveu homenagear o Vicente como patrono da obra. Foi quando se deu o nome da nossa instituição: Sociedade de São Vicente de Paulo.

FONTE: http://www.ssvpbrasil.com.br/