Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Oração à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Senhora do Perpétuo Socorro,

Que dirigis o olhar e a atenção a todos quantos vos buscam, estendei vossa mão para que possa encontrar apoio e segurança como o vosso Divino Filho, o menino Jesus.

Mãe querida carregai-me no colo quando me assustar diante das cruzes da vida.

Quando meus pés tropeçarem e minhas sandálias escorregarem, sede o fio de esperança a quem possa recorrer.

Que o meu olhar repouse em vosso olhar e meu coração no vosso coração.

Sois a estrela a me guiar e que em vosso silêncio eu aprenda a aquietar meu coração.

Vós indicais Jesus Cristo como Redentor, o nosso Perpétuo Socorro, de quem sois eterna Mãe.

Amém

Catecismo da Igreja

 

Partituras e áudios da CNBB

  

   

  

 

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

 

  

 

 

LITURGIA

 

Justificativa

A Liturgia, como ação de Cristo e da Igreja, é o exercício do sacerdócio de Jesus Cristo (SC 269), é o ápice e a fonte da vida eclesial (SC 279). É um encontro de Deus com o seu povo, reunido em Assembleia.

A liturgia é também força em nosso peregrinar, para que se leve a bom termo mediante o compromisso transformador da vida, a realização plena do Reino, segundo o Plano de Deus (Puebla, 918).

Celebrar é parte integrante da vida humana que é tecida de trabalhos e de festa. (Doc. 43 da CNBB, n° 37).

O projeto de comunhão de “Deus conosco” que chamamos obra da salvação, foi prenunciado pelo próprio Deus no Antigo Testamento e realizado em Cristo. Hoje a Liturgia celebra, isto é, o rememora e o torna presente na Igreja (Doc. 44 da CNBB).

Objetivos

Dar à Liturgia sua verdadeira dimensão de ponto culminante e manancial da atividade da Igreja (SC 10).

Recuperar na Liturgia a dimensão da “Festa”, alegria.

Estar atento às manifestações e apelos que o tempo Jubilar nos apresenta, para poder expressá-lo nas celebrações.

Promover a formação dos agentes que corresponda aos anseios do povo que celebra.

Diretrizes

Aprofundar no Regional Sul 2 a consciência comunitária da Liturgia, valorizando as expressões culturais, símbolos e expressão corporal.

Animar e manter a equipe Regional formada pelo Bispo (representante episcopal), pelo assessor(a) e pelo coordenador(a) da Pastoral Litúrgica de cada Província Eclesiástica.

Promover encontros de formação.

Educar para se chegar a um entrosamento mais harmonioso (simbiose) entre a relativa rigidez da liturgia hierárquico-sacerdotal e a participação mais maleável e criativa da comunidade participante.

Atividades permanentes

Encontro anual de Liturgia e com os representantes das Dioceses e suas equipes completas, com reflexão Litúrgica e apresentação de novos subsídios para o tempo Litúrgico.

Incentivar e promover encontros de formação e animação Litúrgica nos seminários de Teologia e Filosofia.

Assessorar as celebrações das Assembleias Regionais.

Intercambiar entre as Dioceses, os subsídios produzidos para celebrações e Pastoral Litúrgica.

 

Material de formação da Liturgia

Formação sobre a procissão de entrada da Santa Missa (por Vadirlene Stabach)

Formação Litúrgica

Formação Ciclo do Natal

Formulário Missa Solene